Btn-close-sidemenu

artistas

Conheça nossos artistas, suas obras e biografia

Encontre um artista pelo nome

Rubens Ianelli (1953)

Adicionar aos favoritos
Seja notificado por email quando tivermos novas obras deste artista.

Biografia do Artista

Rubens Vaz Ianelli nasceu em 1953 na cidade de São Paulo. Filho do artista plástico Arcangelo Ianelli e sobrinho de Thomaz Ianelli, pintor e aquarelista, Rubens teve uma estreita ligação com as artes desde a infância. Destaca-se, ao longo de sua carreira, a partir da década de 1970, além do engajamento na luta contra o regime militar e atuação no movimento estudantil, a ativa participação nos Salões de Arte Moderna e Contemporânea do país, onde obteve os seus primeiros prêmios de pintura com trabalhos geométricos. Nos anos 1980, inicia o estudo de Medicina. Em 1989 realiza no Centro Cultural Vergueiro, em São Paulo, a sua primeira mostra individual, intitulada “Homenagem aos Povos que Lutam”. Marca presença nos salões nacionais e obtém novos prêmios com as suas colagens. Nos anos 1990, o artista prossegue o seu exercício autodidata de observação. As técnicas diversificam-se – carvão, grafite, pastel, guache, óleo, nanquim, extrato de nogueira – e a exploração da figura aprimora-se. Consta também dessa época, a incursão de Rubens no mundo da pesquisa científica ligada aos estudos de saúde pública, na Fundação Oswaldo Cruz (FiocruzRio), e o trabalho como sanitarista na área de grandes epidemias entre populações indígenas do Brasil. O convívio com mais de 10 etnias diferentes influencia a sua produção artística, sobretudo sob o aspecto gráfico. Ao final de 1999, Rubens recebe o convite do Ministério da Saúde para ajudar na implantação dos distritos sanitários indígenas no Acre, onde permanece durante todo o ano de 2000. Como médico, seu trabalho social atinge o ápice e a sua atividade amplia-se em prol da organização dos serviços de saúde dirigidos às populações nativas. Como artista, a sua produção ganha matrizes cada vez mais próximas da cultura de raiz, sob a influência não apenas da arquitetura das habitações indígenas, mas, principalmente, do grafismo de diferentes etnias, que tem a sua expressão máxima na pintura corporal. Em 2001, Rubens distancia-se da saúde pública para então se dedicar integralmente à arte, sempre em busca de um caminho próprio, alheio à rigidez das escolas e do senso-comum das tendências de linguagem. Além do desenho e da pintura, Rubens faz incursão no objeto, na gravura e na escultura. Em 2003, ele dedica-se à elaboração de maquetes de escultura em ferro, tendo como base os seus trabalhos geométricos da década de 1970. Mantendo seu atelier em São Paulo, Rubens executa, a partir de 2004, pinturas em grandes dimensões, esculturas em ferro e objectos, até agora, em grande parte, nunca expostos.

Cronologia

Exposições individuais

2007 Museu Afro Brasil, São Paulo, SP
2005 Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli MARGS, Porto Alegre, RS
2005 Centro Cultural Correios, Rio de Janeiro, RG
2003 Centro Cultural Cândido Mendes de Ipanema, Rio de Janeiro, RJ
2003 Galeria de Arte Lemos de Sá, Belo Horizonte, MG
1999 Centro Cultural UFMG, Belo Horizonte, MG
1993 Espaço Codesa, Vitória, ES
1991 Sala Especial lll Bienal de Santos, SP
1989 Galeria Contemporânea, Rio de Janeiro, RJ
1989 Centro Cultural Vergueiro, São Paulo, SP
1981 Galeria do Sol, São José dos Campos
Exposições Coletivas
2007 Pequenas Grandes Obras SESC SP APAPSP, São Paulo, SP
2006 Exposição Leilão Arte Pró Museu Afro Brasil, São Paulo, SP
O Livro de Cabeceira, Casa de Portugal, São Paulo, SP
O Beijo, Cultural Blue Life, São Paulo, SP
A’uwê Xavante Museu do Índio, Rio de Janeiro, RJ
2004 Panorama Centro Cultural Cândido Mendes Ipanema, Rio de Janeiro, RJ
O Sagrado e o Profano, Museu da Casa Brasileira, São Paulo, SP
Água Desafio para Salvar o Planeta Terra, Teatro Municipal de Mauá,
São Paulo, SP
Preservação da Memória das Ferrovias Brasileiras, Memorial do Imigrante,
São Paulo, SP
2002 Volpi Galeria de Arte, Rio de Janeiro, RJ
O Livro de Cabeceira, Museu da Casa Brasileira, São Paulo, SP
2001 Aquarela do Brasil, Memorial do Imigrante, São Paulo, SP
Património Paulista Recuperado, Teatro São Pedro, São Paulo, SP2000 O Sagrado e o Profano, Funarte, São Paulo, SP
1998 Rumos da Colagem, Centro Cultural Maria Antonia, São Paulo, SP
1997 Actualidade Galeria de Arte, Rio de Janeiro, RJ
1995 Salão de Arte Moderna da Bahia, BA
1994 Brazilian Exhibit, Memphis, EUA
1993 Escola de Artes Visuais do Parque Lage, Rio de Janeiro, RJ
1992 América: Caminhos de um Tempo Perdido SESC Pompéia APAP, São Paulo, SP
1990 O Rosto e a Obra Galeria IBEU, Rio de Janeiro, RJ
1989 VII Salão Paulista de Arte Contemporânea, São Paulo, SP
Jornada por um Chile Livre Centro Cultural Vergueiro, São Paulo, SP
Galeria de Arte Oscar Seraphico, Brasília, DF
I Mostra Metropolitana FIAT de São Paulo, SP
Salão de Arte Contemporânea de Santo André, SP
1988 V Salão Brasileiro de Artes Plásticas Fundação Mokiti Okada, São Paulo, SP
I Grande Concurso Tanakan de Artes, Rio de Janeiro, RJ
1987 Pediatria no Mundo das Artes, São Paulo, SP
1982 II Mostra de Colagem Paço das Artes, São Paulo, SP
1981 IV Salão de Artes Plásticas de Presidente Prudente, SP
I Salão de Artes Visuais de Rio Claro, SP
1980 XXXVII Salão Paranaense, Curitiba, PR
I Mostra de Colagens Centro de Artes, São Paulo, SP
III Jovem Arte Contemporânea de Santo André, SP
1973 ll Bienal de Artes Plásticas de Santos, Santos, SP
VI Salão de Arte Contemporânea de Santo André, SP
Salão Jovem Arte Contemporânea de São Paulo, SP
1972 XXI Salão Nacional de Arte Moderna, Rio de Janeiro, RJ
IV Salão de Arte Moderna de Belo Horizonte, MG
V Salão de Arte Contemporânea de Santo André, SP
V Salão de Arte Contemporânea de São Caetano do Sul, SP
1971 III Salão Nacional de Belo Horizonte, MG
III Salão Paulista de Arte Contemporânea, São Paulo, SP
IV Salão de Arte Contemporânea de Santo André, SP
1970 III Salão de Arte Contemporânea de Santo André, SP
* Realização AAPCPrêmios
1989 1° Prêmio de Pintura Mostra Metropolitana Fiat, São Paulo, SP
1988 1° Prêmio Grande Concurso Tanakan de Artes, Rio de Janeiro, RJ
1987 1° Prêmio de Mostra de Arte Pediatria no Mundo das Artes
1981 Menção Honrosa 4° Salão de Artes Gráficas de São Caetano do Sul, SP
Prêmio Aquisição 1° Salão de Rio Claro, SP
1973 Prêmio Aquisição 6° Salão de Arte de São Caetano do Sul, SP
Prêmio Aquisição 5° Salão de Arte Contemporânea de Santo André, SP
2° Prêmio II Bienal de Santos, SP
Prêmio Aquisição do Jornal A Tribuna II Bienal de Santos, SP
1972 Prêmio Aquisição 5° Salão de Arte de São Caetano do Sul, SP

obras