Btn-close-sidemenu

artistas

Conheça nossos artistas, suas obras e biografia

Encontre um artista pelo nome

Maurice Prowizur (1933)

Adicionar aos favoritos
Seja notificado por email quando tivermos novas obras deste artista.

Biografia do Artista

Maurice Prowizur nasceu em Bruxelas, em 1933, em uma família judaico tradicional e humilde. Caçula de quatro filhos, ele seguiu o percurso da maioria dos judeus da Europa – a segunda guerra mundial, em 1940, obrigou todos eles a se econder e fugir para escapar das perseguições nazistas e dos massacres nos campos de concentração por causa do anti-semitismo sem nenhuma concessão do ditador Adolph Hitler. A sua família foi quase totalmente deportada e não voltou do inferno em que morreram seis milhões de judeus. Maurice teve de se esconder durante toda a guerra na casa de belgas não judeus e em um convento de freiras católicas. Após cinco anos, ele conseguiu achar a mãe e os irmãos com vida. O Pai e a irmã mais nova foram exterminados no campo de concentração de Auschwitz. Muito marcado pela tragédia, com 14 anos, ele deixou a Bélgica e foi para o novo estado hebreu, que tinha acabado de sr criado: Israel. Trabalhou a terra, morando em um kibutz que plantou profundamente as raízes de seu judaísmo. Com 17 anos, ele teve de se alistar no exercito de seu novo pais, servindo durante 3 anos. Durante essa época ele foi influenciado por um amigo pintor e decidiu se matricular na escola de artes de Marcel Yanko, muito conhecido no mundo artistíco. Yanko reparou que tinha em seu ateliê um aluno muito talentoso e cuidou dele pessoalmente. Enquanto marc Chagal estava em visita a Israel, Maurice lhe foi apresentado. Perante o talento desse jovem, Chagal o aconselhou a aperfeiçoar seu talento em seu pais de origem, Bélgica , Maurice tinha de decidir se voltava para o Kibutz ou para Bruxelas para aperfeiçoar o que seus dois mestres tinham revelado. Decidiu se dedicar as artes e rumou para Bruxelas em 1955, sem dinheiro, sem situação, mas estimulado pela arte. Seu irmão o abrigou e Maurice foi recebido na academia de Belas artes de Bruxelas., seu sonho estava se realizando com grande apoio dos professores. Maurice era diferente, apesar de sua infância atormentada pelo nazismo, e do duro trabalho em Israel, seu trabalho era autentico e , cheio de cores. Tendo uma experiência de vida muito diferente dos outros alunos, ele expressava uma imaginação sem limites nasa telas, com grande variedade de cores. Acabou seu primeiro ano de estudos premiado e decidiu se dedicar a pintura monumental. Terminou os estudos com a melhor menção, o premio Charles buls e um diploma de decorador. A irmã mais velha tinha imigrado pra o Brasil, depois da guerra, e o convidou a viver no Brasil após terminar os estudos. Em 1960 casou-se e mudou-se para o Brasil. Foi contratado por um arquiteto e passou a decorar mansões e apartamentos em São Paulo, Rio e Bahia. Também pintava influenciado pelo cubismo e realismo. A mistura de cores impressionava, não deixando ninguém indiferente. Em 1963 participou da Bienal de São Paulo, sendo um dos destaques, começou a se destacar no circuito das artes brasileira. Em 1964 com a ditadura militar decidiu retornar a Bruxelas, atormentado pelas lembranças de guerra e com medo da repressão. Dedicou-se mais intensamente a pintura expondo em galerias de arte em Bruxelas, Gand e Antuérpia. Muito elogiado pela critica, suas obras estão espalhadas pelo mundo. Maurice faleceu em 2002 deixando suas cores registradas com as cores de cada pais que visitou, os que ainda não o conhecem ficam surpressos pela beleza de sua obra, seu nome esta registrado entre os grandes pintores belgas.

obras