Btn-close-sidemenu

artists

Learn about our artists, theirs artworks and biography

Find an artist by name

Judith Lauand (1922)

Add to Favorites
Get notified by e-email when there is new artworks from this artist.

Artist's Biography

Nascida em Pontal , SP, em 1922. Estudou na Escola de Belas Artes de Araraquara, formando-se em 1950. Ao mudar-se para São Paulo, pratica até 1952 uma pintura de conotação figurativo-expressionista, abandonando em 1953 a representação das formas naturais por um Abstracionismo ainda expressionista, para já no ano seguinte, e até 1958, adotar uma linguagem construtivista, dentro dos postulados do Concretismo. Regendo todo o ser trabalho pelo rigor matemático, entrega-se igualmente a experimentações com materiais inusuais - alfinetes, tachinhas, dobradiças, etc. -, os quais, aplicados sobre a superfície bidimensional, nela geravam ritmos e ilusões óticas controladas. Num depoimento em 1960, Judith Lauand assim se externou sobre seu próprio trabalho de então: " Um quadro não se explica. Um quadro se vê. As palavras não substituem a visão direta da estrutura formal, das relações das cores, dos espaços, da plasticidade. O quadro - organização de elementos semelhantes. E cada um dos elementos é constituído pela intersecção de duas retas e um terceira ligando os dois extremos de maneira que numa parte esteja uma forma fechada (triangular) e na outra uma figura aberta, ou seja, o prolongamento de dois lados do triângulo. Com seis elementos semelhantes relacionados entre si, realiza-se uma estrutura cuja forma total obedece à idéia da forma singular ao mesmo tempo fechada e aberta . Mantém-se íntegra a idéia básica da construção. Neste caso a cor não tem função, o desenho é que importa". A artista realizou algumas individuais (a primeira em 1954, na Galeria Ambiente, de São Paulo), e participou de coletivas de arte concreta realizadas em São Paulo (1956), no Rio de Janeiro (1957) e em Zurique, na Suíça (1960), bem como por diversas vezes da Bienal de São Paulo, do Salão Nacional de Arte Moderna e do Salão Paulista de Arte Moderna, tendo sido premiada nesse último certame em 1954, 1955, 1959 e 1964. Tem obras expostas na Bienal Brasil Século XX Em 1996 participada exposição Tendências Construtivas no Acervo do MAC - USP. Fonte.: D. Catálogo da exposição Projeto Construtivo Brasileiro na Arte (Coord.: Aracy A. Amaral). Rio de Janeiro e São Paulo, 1977, p. 214-215.

Chronology

Individual exhibitions


Exposições Individuais
1954 - São Paulo SP - Primeira individual, na Galeria Ambiente
1962 - Campinas SP - Individual, na Galeria Aremar
1965 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Novas Tendências
1971 - São Paulo SP - Individual, na Galeria da Aliança Francesa
1977 - São Paulo SP - Individual, no MAC/USP
1984 - São Paulo SP - Geometria 84, na Paulo Figueiredo Galeria de Arte
1986 - São Paulo SP - Individual, na Choice Galeria de Arte
1992 - São Paulo SP - Efemérides, no MAC/USP
1994 - Pontal SP - Individual, na Casa da Cultura Manoel de Vasconcelos Martins
1996 - São Paulo SP - Judith Lauand: obras de 1954-1960, no Sylvio Nery da Fonseca Escritório de Arte

Exposições Coletivas:
1965 - São Paulo SP - 14º Salão Paulista de Arte Moderna
1965 - São Paulo SP - 8ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal
1965 - São Paulo SP - Proposta 65, na Faap
1966 - São Paulo SP - 15º Salão Paulista de Arte Moderna, na Galeria Prestes Maia
1966 - São Paulo SP - Três Premissas, no MAB/Faap
1967 - Brasília DF - 4º Salão de Arte Moderna do Distrito Federal, no Teatro Nacional Cláudio Santoro
1967 - Campinas SP - 3º Salão de Arte Contemporânea de Campinas, no MACC
1967 - São Paulo SP - 16º Salão Paulista de Arte Moderna
1967 - São Paulo SP - 9ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal
1968 - São Paulo SP - 17º Salão Paulista de Arte Moderna
1968 - São Paulo SP - Os Concretistas, no MAM/SP
1969 - São Paulo SP - 10ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal
1969 - São Paulo SP - 1º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP
1972 - São Paulo SP - 2ª Exposição Internacional de Gravura, no MAM/SP
1972 - São Paulo SP - Mostra Internacional de Gravura, no Masp
1977 - Rio de Janeiro RJ - Projeto Construtivo Brasileiro na Arte: 1950-1962, no MAM/RJ
1977 - São Paulo SP - Projeto Construtivo Brasileiro na Arte: 1950-1962, na Pinacoteca do Estado
1978 - São Paulo SP - As Bienais e a Abstração: a década de 50, no Museu Lasar Segall
1978 - São Paulo SP - O Objeto na Arte: Brasil anos 60, no MAB/Faap
1985 - Belo Horizonte MG - Geometria Hoje, no MAP
1987 - Rio de Janeiro RJ - 1ª Abstração Geométrica: concretismo e neoconcretismo, na Funarte
1987 - São Paulo SP - 1ª Abstração Geométrica: concretismo e neoconcretismo, no MAB/Faap
1987 - São Paulo SP - A Trama do Gosto: um outro olhar sobre o cotidiano, na Fundação Bienal
1987 - São Paulo SP - Projeto Arte Brasileira - Anos 50, na Faap
1994 - São Paulo SP - Bandeiras: 60 artistas homenageiam os 60 anos da USP, no MAC/USP
1994 - São Paulo SP - Bienal Brasil Século XX, na Fundação Bienal
1996 - Rio de Janeiro RJ - Tendências Construtivas no Acervo do MAC/USP: construção, medida e proporção, no CCBB
1996 - São Paulo SP - Arte Brasileira - 50 anos de história no acervo MAC/USP: 1920-1970, no MAC/USP
1996 - São Paulo SP - Bandeiras, na Galeria de Arte do Sesi
1996 - São Paulo SP - Desexp(l)os(ign)ição, na Casa das Rosas
1997 - Porto Alegre RS - 1ª Bienal de Artes Visuais do Mercosul, na Aplub; Casa de Cultura Mário Quintana; DC Navegantes; Edel; Usina do Gasômetro; Instituto de Artes da UFRGS; Fundação Bienal de Artes Visuais do Mercosul; Margs; Espaço Ulbra; Museu de Comunicação Social; Reitoria da UFRGS; Theatro São Pedro
1997 - Porto Alegre RS - Vertente Construtiva e Design, no Espaço Cultural Ulbra
1998 - Belo Horizonte MG - O Suporte da Palavra, no Itaú Cultural
1998 - São Paulo SP - Arte Construtiva no Brasil: Coleção Adolpho Leirner , no MAM/SP
1998 - São Paulo SP - O Suporte da Palavra, no MAM/SP
1999 - Rio de Janeiro RJ - Arte Construtiva no Brasil: Coleção Adolpho Leirner, no MAM/RJ
1999 - São Paulo SP - Década de 50 e seus Envolvimentos, na Jo Slaviero Galeria de Arte
2000 - Mouans-Sartoux (França) - L'Espace de l'Art Concret, no Chateau de Mouans-Sartoux
2001 - São Paulo SP - Trajetória da Luz na Arte Brasileira, no Itaú Cultural
2002 - Rio de Janeiro RJ - Caminhos do Contemporâneo 1952-2002, no Paço Imperial
2002 - Rio de Janeiro RJ - Paralelos: arte brasileira da segunda metade do século XX em contexto, Collección Cisneros, no MAM/RJ
2002 - São Paulo SP - Paralelos: arte brasileira da segunda metade do século XX em contexto, Colección Cisneros, no MAM/SP
2003 - Cidade do México (México) - Cuasi Corpus: arte concreto y neoconcreto de Brasil: una selección del acervo del Museo de Arte Moderna de São Paulo y la Colección Adolpho Leirner, no Museo Rufino Tamayo
2003 - Rio de Janeiro RJ - Ordem x Liberdade, no MAM/RJ
2004 - São Paulo SP - Versão Brasileira, na Galeria Brito Cimino

artworks