Btn-close-sidemenu

artistas

Conheça nossos artistas, suas obras e biografia

Encontre um artista pelo nome

Carlos Scliar (1920 - 2001)

Adicionar aos favoritos
Seja notificado por email quando tivermos novas obras deste artista.

Biografia do Artista

Nascimento/Morte 1920 - Santa Maria RS - 21 de junho 2001 - Rio de Janeiro RJ - 28 de abril Formação 1929/1938 - Porto Alegre RS - Colégio Júlio de Castilho 1934 - Porto Alegre RS - Estuda com Gustav Epstein 1941/1947 - Convive com os pintores Maria Helena Vieira da Silva e Arpad Szenes 1947/1950 - Paris (França) - Cursa gravura com Galanis na École des Beaux-Arts 1949 - Troca correspondência com o gravador mexicano Leopoldo Mendez

Cronologia

Exposições individuais

Desenhista, gravador, pintor, ilustrador, cenógrafo, roteirista e designer gráfico

1920/1939 - Porto Alegre RS - Vive nessa cidade
1938 - Porto Alegre RS - É um dos ilustradores da Revista do Globo
1938 - Porto Alegre RS - Funda a Associação Riograndense de Artes Plásticas Francisco Lisboa
1939 - São Paulo SP e Rio de Janeiro RJ - Estabelece contatos com vários artistas - Flávio de Carvalho, Joaquim Figueira, Candido Portinari, Roberto Burle Marx e Eurico Bianco
1939/1947 - São Paulo SP - Vive nessa cidade
1940 - São Paulo SP - Colabora na revista Cultura
1940 - São Paulo SP - Integra-se ao grupo da Família Artística Paulista
1941 - Bahia - A convite de Jorge Amado viaja para esse estado
1942 -São Paulo SP e Rio de Janeiro - Publica seu primeiro álbum de litografias, Fábulas, e são editados os livros As Águas Não Têm Memória, de Clóvis Assumpção, e o romance Almas Penadas, de Pedro R. Wayne, ambos ilustrados pelo artista
1943 - Rio de Janeiro RJ - Cria cenário para o Balé Telegráfico, de Sanção Castelo Branco
1943 - Rio de Janeiro RJ - Elabora texto para o documentário cinematográfico Segall, de Rui Santos
1943 - Rio de Janeiro RJ - Participa do júri do Salão Nacional de Belas Artes - Divisão Moderna
1944 - Rio de Janeiro RJ - Realiza o documentário Escadas, sobre os pintores Arpad Szenes e Maria Helena Vieira da Silva
1944/1945 - Itália - Convocado pela FEB participa da 2ª Guerra Mundial
1945 - Florença (Itália) - Prepara a paginação do número especial do jornal da FEB, Cruzeiro do Sul
1946 - Dirige e pagina a Revista de Arte, suplemento da revista Leitura
1946 - Faz desenhos para o documentário 24 Anos de Luta, de Rui Santos
1947 - Participa dos movimentos na defesa da paz entre os povos
1947/1950 - Paris (França) - Fixa residência em Paris, viajando pela Itália, Inglaterra, Iugoslávia, Tchecoslováquia, Polônia e Portugal
1948 - Praga (Tchecoslováquia, atual República Tcheca) - Participa como delegado brasileiro no 1º Congresso da União Mundial do Cinema Documentário
1948 - Wroclaw (Polônia) - Participa do Congresso dos Intelectuais pela Paz
1948/1950 - Paris (França) - Realiza ilustrações para a revista Cahiers d´Arts e Les Lettres Françaises
1949 - Paris (França) - Publica o álbum de gravuras Les Chemins de La Faim, com apresentação de Jorge Amado
1950 - Porto Alegre RS - Com Vasco Prado funda o Clube de Gravura de Porto Alegre
1950/1956 - Porto Alegre RS - Na volta da Europa, após breve permanência no Rio de Janeiro
1951 - Motevidéu (Uruguai) - Participa da Conferência Continental pela Paz
1952 - Rio de Janeiro RJ - Integra o álbum Gravuras Gaúchas, Prêmio Pablo Picasso da Paz
1953 - Holanda, Tchecoslováquia, Polônia e União Soviética - Viaja com uma delegação cultural
1953 - Tel Aviv (Israel) - É editado o romance Seara Vermelho, de Jorge Amado, sob o título Sarke Haraav, com ilustração do artista
1956 - Porto Alegre RS - Publica o álbum 5 Gravuras Originais em Camfeu - 2º prêmio da Divisão de Cultura da Secretaria de Educação e Cultura
1956 - Rio de Janeiro RJ - É consultor plástico do Orfeu da Conceição, peça teatral dirigida por Léo Jusi
1956 - Rio de Janeiro RJ - Ilustra a obra Orfeu da Conceição, de Vinicius de Moraes
1956 - Rio de Janeiro RJ - Vive nessa cidade
1957 - Elabora cartazes para o filme Rio Zona Norte e programas para o Teatro Nacional de Comédia
1958/1960 - Rio de Janeiro RJ - É diretor do departamento de arte da revista Senhor
1962 - Rio de Janeiro RJ - Funda a editora Ediarte com Gilberto Chateaubriand, José Paulo Moreira da Fonseca, Michel Loeb e Carlos Nicolaievski
1965 - Paris (França) - É tema de reportagem para a série Retratos do Brasil, destinada à televisão francesa, realizada por Pierre Kast
1966 - Rio de Janeiro RJ - Coordena a 1ª Feira de Arte no MAM/RJ
1967 - Paris (França) - Viaja para visitar a Exposição 85 Anos de Picasso
1967 - Rio de Janeiro RJ - É o primeiro artista plástico a gravar depoimento no MIS/RJ
1967 - Rio de Janeiro RJ - Executa painel na sede do Banco Aliança do Rio de Janeiro, atual Itaú
1968 - Rio de Janeiro RJ - Ilustra a obra A Mulher que Matou os Peixes, de Clarice Lispector, publicada pela editora Sabiá
1969/1979 - Diversos documentários são realizados sobre sua obra, entre eles Ouro Preto e Scliar, de Antônio Carlos Fontoura (1969), Os Caminhos da Cor, de Adamastor Camará (1970), e Scliar, O Homem e sua Pintura, de Ruy Santos (1979)
1972 - Lança o álbum Scliar - Serigrafias

1973 - Rio de Janeiro RJ - Executa o painel Ouro Preto 180 Graus, para o Museu Manchete
1974 - Executa os painéis Porto Alegre Antigo, Porto Alegre Atual e Festa dos Navegantes para o Salão Nobre da Prefeitura Municipal
1977 - Rio de Janeiro RJ - Executa o painel Leia-Pense, para a Imprensa Oficial do Rio de Janeiro
1977- Lança o álbum de serigrafia Telhados de Ouro Preto
1986 - Ilustra o livro O Pintor que Pintou o Sete de Fernando Sabino
2000 - São Paulo SP - Vídeo Gravura e Gravadores, documentário dirigido por Olívio Tavares de Araújo, com depoimentos do artista e outros gravadores, produzido pelo Itaú Cultural

Fonte: www.itaucultural.org.br

obras